Arquivos mensais

maio 2019

Imensidão do oceano Anderson Primo

A música de Anderson Primo é um mosaico de sons, cores e afetos. Há a viola do Brasil rural, que me traz imagens de matas de pios de passarinhos e o crepitar das fogueiras de São João. A ousadia da Tropicália, a força do girar de Corisco, de Deus o Diabo. A lembrança do circo que se foi na infância. Os neons de uma grande metrópole. Aquilo que já se conhece, mas que em constante evolução, volta para nos maravilhar.

Uma noite harmonizada no Miam Miam

Restaurante de Botafogo se renova e mantém público ávido por boa gastronomia e vinhos Podemos considerar que o Miam Miam é um sobrevivente. Aos 15 anos, o restaurante localizado em Botafogo atravessou diversas fases e, ao contrário de diversos restaurantes da zona sul carioca, manteve um público bem específico que continua frequentando – e lotando – a casa tanto no almoço quanto no jantar. Praticando a chamada ‘comfort food’, aquele tipo de comida que remete a pratos caseiros e fornece

Poesias atemporáis de Murilo Salles

Murilo Salles é um patrimônio da cultura brasileira. Nas artes, o cineasta fez a câmera de “Ão”, videoarte seminal de Tunga, em que o artista se propõe a construir um toro imaginário no interior do túnel Dois Irmãos. O trabalho segue uma trajetória contínua claustrofóbica, sem encontrar entrada ou saída na seção circular entre São Conrado e a Gávea. Além de dirigir filmes como “Nunca Fomos Tão Felizes” (1984), “Faca de Dois Gumes” (1989) e “Como Nascem os Anjos” (1996),

Agenda da semana: arte de 27 de maio a 2 de junho

Quer ficar por dentro dos eventos de arte no Rio de Janeiro? Acompanhe a seleção do Posto 8 (pode mandar também sugestões para nosso e-mail). Sempre aos domingos – ou se mais tardar na segunda. A gente se encontra por aí! Palestra com Eduardo Berliner Segunda (27/05) às 19h30 no Parque Lage (Rua Jardim Botânico, 414) Primeira de uma série de quatro encontros como parte do workshop semestral O Processo Criativo, do professor Charles Watson. Para participar, é preciso se

Do Fotorrealismo à Realidade Virtual

A semana aqui no Posto 8 começou com uma visita guiada no Centro Cultural Banco do Brasil na exposição “50 Anos de Realismo – Do Fotorrealismo à Realidade Virtual” que abre hoje (22/05) para o público. Segundo a curadora Tereza de Arruda, brasileira radicada há 30 anos em Berlim, a mostra tem o intuito de investigar essa dualidade entre a arte e a realidade. “Nosso recorte foi assim definido porque no final da década de 60 tem início o fotorrealismo

Naïf-se na EAV Parque Lage

De 1995 a 2016, o Museu Internacional de Arte Naïf (Mian) funcionou em um casarão no Cosme Velho, vizinho a estação de trem do Corcovado. Este mês, seu acervo ganhou um novo fôlego com uma parceria com a Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Atualmente, a falta de verba e manutenção mantém mais de 260 museus fechados no Brasil. Com o mote de “Nenhum museu a menos”, a mostra que ocupa as Cavalariças e , traz obras de artistas

Tunga – O esquecimento das paixões

Um documentário sobre um artista brasileiro em cartaz nos cinemas é algo para se assistir correndo. No último domingo estava conversando sobre isso, a dificuldade de um filme nacional se manter por muitas semanas em cartaz – isso quando consegue fechar uma distribuição. Então parti para o Espaço Itaú de Cinema, para ver “Tunga – O esquecimento das paixões” em seu um único horário e uma única sala no Rio de Janeiro. “Tudo começa com uma coisa muito simples: luz”,

Mark Farner faz show histórico no Rio

Lendário músico do rock americano estreia na cidade com uma apresentação energética em Copacabana Às 21h em ponto de uma quarta-feira chuvosa, uma voz lendária do rock clássico americano ecoou no Theatro Net Rio. Em sua primeira passagem pelo Rio de Janeiro, Mark Farner e a sua American Band finalizavam mais uma turnê pelo Brasil, desta vez para comemorar 50 anos de carreira (a turnê prossegue pela América do Sul, com datas no Chile e Peru). Farner é cantor, guitarrista

Meia Noite e Vinte e a minha galera

Na minha cabeça toca no repeat “Talkin about my generation”, do The Who. Depois de começar com “Barba Suja de Sangue”, “Cordilheira” e “Até o dia em que o cão morreu”, me presenteei com um quarto livro do Daniel Galera. Aquela mini alegria quando chega a caixinha da Amazon na portaria. Se seu texto sempre me emocionou, dessa vez a coisa ficou extremamente pessoal. Óbvio que ele não tem a menor ideia de quem eu seja ou da minha trajetória,

Novo menu do L’Etoile

Semana passada fui conhecer o novo menu de estação do Restaurante L’Etoile, que fica no 26o andar do Hotel Sheraton Rio. Compartilho com vocês um pouco das minhas impressões dessa adorável noite. O ambiente é sofisticado na medida certa, que me faz sentir tão à vontade quanto na minha casa. Começamos com um tempurá de ostra com granité de champagne e um creme de ervas, leve e delicioso. Na sequência um camarão com creme de leite de coco e envolto