Arquivos mensais

maio 2019

Tunga – O esquecimento das paixões

Um documentário sobre um artista brasileiro em cartaz nos cinemas é algo para se assistir correndo. No último domingo estava conversando sobre isso, a dificuldade de um filme nacional se manter por muitas semanas em cartaz – isso quando consegue fechar uma distribuição. Então parti para o Espaço Itaú de Cinema, para ver “Tunga – O esquecimento das paixões” em seu um único horário e uma única sala no Rio de Janeiro. “Tudo começa com uma coisa muito simples: luz”,

Mark Farner faz show histórico no Rio

Lendário músico do rock americano estreia na cidade com uma apresentação energética em Copacabana Às 21h em ponto de uma quarta-feira chuvosa, uma voz lendária do rock clássico americano ecoou no Theatro Net Rio. Em sua primeira passagem pelo Rio de Janeiro, Mark Farner e a sua American Band finalizavam mais uma turnê pelo Brasil, desta vez para comemorar 50 anos de carreira (a turnê prossegue pela América do Sul, com datas no Chile e Peru). Farner é cantor, guitarrista

Meia Noite e Vinte e a minha galera

Na minha cabeça toca no repeat “Talkin about my generation”, do The Who. Depois de começar com “Barba Suja de Sangue”, “Cordilheira” e “Até o dia em que o cão morreu”, me presenteei com um quarto livro do Daniel Galera. Aquela mini alegria quando chega a caixinha da Amazon na portaria. Se seu texto sempre me emocionou, dessa vez a coisa ficou extremamente pessoal. Óbvio que ele não tem a menor ideia de quem eu seja ou da minha trajetória,

Novo menu do L’Etoile

Semana passada fui conhecer o novo menu de estação do Restaurante L’Etoile, que fica no 26o andar do Hotel Sheraton Rio. Compartilho com vocês um pouco das minhas impressões dessa adorável noite. O ambiente é sofisticado na medida certa, que me faz sentir tão à vontade quanto na minha casa. Começamos com um tempurá de ostra com granité de champagne e um creme de ervas, leve e delicioso. Na sequência um camarão com creme de leite de coco e envolto

Superstição e religiosidade de “Altar”

Trabalhos inéditos da artista visual Julia Debasse (Rio de Janeiro, 1985) estão na individual “Altar”, na Artur Fidalgo Galeria, até o dia 10 de junho. Na sua mostra anterior, no mesmo espaço em Copacabana, ela apresentou uma série de pinturas com “cartografias” do corpo. Órgãos dissecados em belas cores, em paralelo com animais com traços naturalistas, como se recém descobertos. Dessa vez, é como se ela caminhasse ainda mais para dentro do ser humano, em sua divindade e ficções. “Não

Por que já pensar em ir no Rio2C 2020

Há duas edições, a Cidade das Artes recebe em abril o Rio2C – Rio Creative Conference. Com uma grade de painéis IMENSA de diferentes áreas (como audiovisual, música, inovação, marcas, neurociência) a sensação inicial é de ficar perdido com tantas opções, como muita gente se sente em um buffet de comida à quilo. Só que no evento, não tem o menor problema em pegar, no mesmo prato, comida japonesa com arroz e feijão e nhoque. A ideia é exatamente mergulhar

Arte que pulsa através de robótica e inteligência artificial

Nas principais séries de pinturas da artista visual Katia Willie, o movimento é um dos componentes mais presentes, mesmo em pinturas estáticas. Nadadoras saltam e voam no espaço, músculos se contorcem em leveza e força. Em sua individual “Das tripas coração”, que vai até o final de maio na Galeria do Lago, no Museu da República, as obras literalmente passam a se mexer, criando diferentes formas de diálogo e de materialidade no espaço. “No começo de 2018, eu comecei a